Drenagem Linfática – Mitos e Verdades

Mito

  • Estimula o emagrecimento
  • Elimina celulite
  • Acaba com gordura localizada
  • Elimina Acne
  • Rejuvenesce
  • Acaba com qualquer dor nas pernas
  • Auxílio ao combate ao câncer diagnosticado
  • Pós Cirurgia Estética ou Vascular
  • Efeito relaxante/sedativo
  • Elefantíase

Verdade

  • Não emagrece. Apenas elimina o excesso de líquidos
  • Age como coadjuvante nos tratamentos – não acaba com a celulite!
  • Não tem efeito algum para redução
  • Auxilia na redução do processo inflamatório – mas não acaba com ela!
  • Auxilia na renovação do líquido intersticial (entre os tecidos da pele) – pode ser um coadjuvante a outros tratamentos – não rejuvenesce!
  • Se as dores forem por causa de retenção de líquidos, os resultados serão excelentes.
  • Não é contra-indicada-indicada porém não ajuda no combate ao câncer
  • Altamente efetiva – auxilia sensivelmente na redução do inchaço.
  • É efetiva – devido ao ritmo lento das manobras
  • É o único tratamento manual indicado como amenizador dos efeitos da doença

 

 

DRENAGEM LINFÁTICA: MITO E REALIDADE

 

A Drenagem Linfática é uma técnica de massagem bastante popularizada. Quem a utiliza sabe o quanto ela é eficaz para vários casos. No pré e pós-operatório de cirurgia plástica, os cirurgiões constatam que se houver algumas sessões de drenagem linfática antes da cirurgia, o reparo da pele se torna mais rápido e as cicatrizes tornam-se mais estéticas, menos visíveis.

 

Drenar quer dizer: “coletar líquido e transportar em tubos”. No vocabulário agrícola, essa palavra é bem conhecida, pois um terreno pantanoso só pode ser convertido em terra fértil se a água for drenada. O organismo humano, em toda a sua produção de líquidos, já possui um processo natural de drenagem o qual pode ser afetado por alguma disfunção ou ocorrência externa. Nesses casos, a Drenagem Linfática Manual – DLM – pode intervir, redirecionando ou recompondo o fluxo natural do corpo.

 

O Sistema Linfático é um segundo sistema circulatório em nosso corpo, que se encontra paralelo ao sistema venoso o qual é o responsável pelo retorno do sangue para o coração. O Linfático é responsável pelo recolhimento de proteínas extra-celulares (líquido intersticial ou intra-celular), reencaminhando-as para o sistema sanguíneo. Lembrando ainda que o Sistema Linfático – ao contrário do Sistema Sanguíneo que é autônomo e tem o coração bombeando o sangue o tempo inteiro – depende de todos os movimentos corporais para funcionar, como por exemplo, a respiração, a contração e o relaxamento dos músculos, etc. Quando falamos em Drenagem Linfática Manual, estamos falando de uma técnica que, utilizando-se das mãos do terapeuta, imita os movimentos naturais do nosso corpo, fazendo com que o Sistema Linfático tenha maior agilidade em seu funcionamento, facilitando o escoamento dos líquidos excedentes entre as células.

 

É dessa forma que a Drenagem Linfática Manual também estimula os processos imunitários, favorecendo a regeneração dos tecidos. Exerce efeitos sobre o sistema nervoso de forma tranqüilizante, relaxante e analgésica. Seus benefícios no pré e pós-operatórios de cirurgias plásticas já foram citados anteriormente. É igualmente indicada para os edemas pós-traumáticos como os que surgem em contusões, assim como é eficiente nos edemas que provocam dores de cabeça ou dores na coluna vertebral. É um dos processos mais recomendados para o combate ao reumatismo, para a redução da celulite e dos efeitos da menopausa.