Reclamações do paciente

Dor

Também nas cirurgias das mamas não costuma haver dor, porém existe a possibilidade de sensibilidade individual de cada paciente, e deve-se reforçar que devido às manobras cirúrgicas, a sensação de desconforto será perfeitamente compreensível até que o tecido se reposicione e a cicatrização inicial ocorram.

Coleções líquidas

Durante o ato cirúrgico existe um extravasamento normal de líquido intersticial ou intercelular e é, justamente por isso que, na maioria das vezes, o cirurgião recorre ao uso de drenos temporários. Mesmo assim, existe a possibilidade desse líquido continuar sendo produzido após a retirada dos drenos, então, haverá a reclamação por parte do paciente da sensação da presença de “bolhas de água” por baixo da pele.

O esteticista deve informar que esta ocorrência é perfeitamente cabível e que esses líquidos excedentes estarão sendo reabsorvidos ao longo da primeira semana do P.O. e que a DLM estará também colaborando na reabsorção dessa coleção líquida.

Retração cicatricial

A neo-colagênese (formação de colágeno) que ocorre para a cicatrização, provoca a sensação de retração e reduz a mobilidade facial. Neste momento o paciente reclamará sobre dificuldade em movimentos faciais e também em fechar por completo os olhos. Tudo isto é perfeitamente normal e todos os movimentos faciais são retomados quando se finalizarem as cicatrizações.

Insensibilidade

Devido aos descolamentos, as terminações nervosas superficiais estarão prejudicadas e a sensação de parestesia (amortecimento) é normal.

Salvo haja alguma lesão neuronial durante o ato cirúrgico, o retorno da sensibilidade tátil inicia-se após a primeira semana, podendo demorar até 6 meses para se restabelecer por completo.

Prurido

A coceira na região operada é normal, pois o aumento da circulação sangüínea local e a formação das novas fibras colágenas causam este tipo de sensação.